27/10/2020

Dona do Google testa robô movido a energia solar para levar mais eficiência ao agronegócio

  Voltar
Época Negócios 

O objetivo da empresa é aumentar a eficiência da produção de alimentos usando tecnologias que incluem robótica, software e imagens de satélite

Para ajudar os agricultores a aumentar a produtividade das lavouras, a Alphabet, empresa controladora do Google, apresentou o Projeto Mineral. Trata-se de um robô movido a energia solar capaz de inspecionar safras agrícolas com o uso de análise de dados e inteligência artificial. O objetivo da X Company, responsável pelo projeto, é aumentar a eficiência da agricultura e da produção de alimentos usando tecnologias que incluem robótica, software e imagens de satélite.

Os dados coletados pelo robô — que incluem altura da planta, tamanho do fruto e área foliar — são combinados com informações sobre o clima e a saúde do solo para "ajudar os produtores a entender e prever como diferentes variedades de plantas respondem a seus ambientes", diz a empresa.

"Ao mapear e criar imagens da plantação no campo, os produtores podem solucionar problemas e tratar plantas individualmente, em vez de campos inteiros, reduzindo os custos e o impacto ambiental", afirma a Alphabet. Ao acompanhar o crescimento das lavouras ao longo do tempo, os produtores também serão capazes de fazer previsões mais precisas relacionadas ao tamanho da colheita.

Segundo uma postagem de Elliot Grant, líder do projeto, "assim como o microscópio levou a uma transformação na forma como as doenças são detectadas e tratadas, esperamos que ferramentas melhores permitam que a indústria agrícola transforme a forma como os alimentos são cultivados".

O Projeto Mineral está atualmente trabalhando com produtores na África do Sul, Argentina, Canadá e Estados Unidos. A expectativa é continuar a expandir as colaborações com organizações em todo o mundo.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok