21/08/2020

EPE recomenda reforço estrutural para escoamento da geração solar em MG

  Voltar
Canal Energia 

Obras de transmissão na rede básica do Noroeste e Norte do estado são orçadas em R$ 85,6 milhões e previstas para acompanhar o potencial da fonte em 2023

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) está desenvolvendo um estudo que objetiva recomendar reforços estruturais de transmissão na região Norte e Noroeste de Minas Gerais, visando proporcionar o adequado escoamento de expressivos montantes de geração solar centralizada e distribuída vislumbrados para a localidade nos próximos anos.

A entidade publicou a segunda revisão da Nota Técnica sobre o tema nesta sexta-feira, 21 de agosto, onde a equipe da Superintendência de Transmissão de Energia (STE) sugeriu a inclusão de um 4º banco de autotransformadores 500/230 kV para a subestação Janaúba 3, além do 3º banco que já havia sido indicado na primeira revisão, em fevereiro desse ano.

Segundo a nota divulgada pela EPE, a recomendação é fruto de análises preliminares realizadas no âmbito da pesquisa mais abrangente, que está em andamento e que prevê a diminuição de restrições ao escoamento do potencial fotovoltaico regional para 2023.

Por se tratar de reforço em transformação da Rede Básica e em subestação já em construção, o futuro projeto não demandará licenciamento ambiental, o que torna sua implantação mais célere. Ademais, estima-se que o programa de obras exigirá investimentos totais da ordem de R$ 85,6 milhões.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok