13/09/2020

Geladeira solar brasileira poupa energia e funciona com plano de assinatura

  Voltar
Finanças Yahoo! 

Atualmente há uma boa variedade de dispositivos inteligentes no mercado como aparelhos de ar-condicionado, lavadoras e fogões, capazes de se conectarem à internet para permitir a programação e monitoramento de atividades do equipamento - algumas até mesmo o acesso às redes sociais. Todavia, a maioria ainda carece de soluções ecológicas e viáveis para consumidores de menor poder aquisitivo.

Com foco nesse nicho, uma empresa brasileira localizada em Joinville (SC) chamada Youmma desenvolveu e lançou no ano passado uma geladeira movida a energia solar que está fazendo bastante sucesso em regiões mais remotas do continente africano que - em pleno ano de 2020 - não dispõe de eletricidade. Segundo informações do site CNN Business, já foram comercializadas 2 mil unidades do eletrodoméstico, sendo 80% adquiridos por microempresários de países como Uganda e Quênia, beneficiando cerca de 600 milhões de pessoas.

De acordo com a Nidec Global Appliance, dona da Youmma, a geladeira funciona de forma bem econômica, chegando a consumir apenas um quarto da energia de um modelo tradicional de cem litros. Em relação à autonomia de bateria, ela pode manter alimentos e até medicamentos armazenados em segurança por até um dia e meio sem a necessidade de uma nova recarga de luz solar.

Geladeira é comercializada como um serviço Visando atrair um público com menor acesso a crédito, a Youmma dispõe de uma espécie de plano de assinatura em parceria com a M-Kopa, uma empresa do Quênia fornecedora de energia solar. Os consumidores interessados realizam um depósito de US$ 100 (R$ 532 em conversão direta) e posteriormente pagam taxas entre US$ 1 a US$ 1,50) através de uma plataforma mobile no pacote que inclui a instalação do painel no telhado mais um sistema de iluminação solar para toda a casa.

Caso o usuário deixe de efetuar o pagamento, o serviço é suspenso imediatamente até que uma nova recarga seja feita. A empresa informa que a geladeira solar pode ser liquidada no período de dois anos e, ainda que o custo possa parecer maior do que uma geladeira convencional elétrica, considerando o pacote com sistema de iluminação, a longo prazo a contratação do serviço pode ser mais atrativo, principalmente para pequenas empresas.

Fonte: Canaltech
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok