24/08/2020

Geração de energia solar bate recorde no Ceará e aquece procura por especialistas

  Voltar
G1 

O estado se consolida como o maior produtor de energia solar fotovoltaica da Região Nordeste.

Ao atingir a marca histórica de 100 megawatts na geração de energia solar fotovoltaica, em julho, o Ceará se consolida na liderança do ranking da região Nordeste com a maior potência instalada na modalidade. E isso fortalece a atuação de profissionais graduados não só em Energias Renováveis e Engenharia Elétrica, mas também em Engenharia Civil e Engenharia Ambiental.

A avaliação é da professora Dayane Carneiro, do curso de Energias Renováveis da Universidade de Fortaleza, da Fundação Edson Queiroz, acrescentando que esse fortalecimento se dá porque a construção e manutenção de usinas fotovoltaicas exige profissionais não só do setor elétrico.

Além disso, a marca histórica alcançada pelo Ceará “fortalece a necessidade cada vez maior de profissionais, preferencialmente locais, capacitados neste segmento, tanto direcionados à geração distribuída quanto a sistemas fotovoltaicos de geração centralizada”. Atualmente, a Unifor oferece graduação em todas as áreas beneficiadas pelo boom de energia solar no Estado, incluindo Engenharia Ambiental e Energias Renováveis.

A professora explica que a Unifor proporciona aos alunos dos cursos de Energias Renováveis e Engenharia Elétrica a criação de uma visão ampla e sistêmica das atividades inerentes a esta tecnologia, “além de um contato fortemente técnico em sistemas fotovoltaicos, que vai desde os conceitos bases ao desenvolvimento de projetos fotovoltaicos”.

Sobre a marca histórica, Dayane explica que o crescimento decorre em grande parte do interesse dos cearenses por economia no uso de energia elétrica, “associado ao vasto potencial energético solar disponível existente em nosso Estado e pelas ações de venda de empresas e especialistas do setor fotovoltaico”.

Segundo ela, o Ceará tem condição geográfica privilegiada sob a ótica da disponibilidade de irradiação solar devido a sua proximidade com a Linha do Equador. E projeta crescimento contínuo na geração de energia solar fotovoltaica no Estado: “considerando que a fonte solar está entre as de maior expectativa de crescimento num cenário de economia de baixo carbono, o Ceará apresenta condições favoráveis para seguir com essas projeções de aumento expressivas”.

Presente em 173 municípios

A marca história de 100 megawatts (MW) de potência operacional na geração distribuída solar fotovoltaica foi alcançada graças a 7.188 sistemas instalados em telhados, fachadas e pequenos terrenos de residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos.

Segundo mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), o Ceará ocupa atualmente o nono lugar no ranking nacional de geração solar distribuída e lidera a região nordeste com a maior potência instalada solar na modalidade.

Os sistemas fotovoltaicos em operação no estado já estão presentes atualmente em 173 municípios cearenses, o que representa 94% dos municípios do estado. São 9.094 consumidores de energia elétrica que já contam com redução na conta de luz e maior autonomia e segurança elétrica.

Um dos destaques no Ceará é Fortaleza. Sozinha, ela possui 29,8 MW operacionais e ocupa a terceira posição no ranking de geração distribuída solar fotovoltaica, dentre todos os municípios do País.

Para Jonas Becker, coordenador estadual no Ceará da ABSOLAR, o estado tem assumido um protagonismo cada vez maior no desenvolvimento da fonte solar. “A tecnologia fotovoltaica representa um grande potencial de desenvolvimento sustentável, econômico e social para os cearenses, com geração de emprego e renda, atração de investimentos privados e colaboração no combate às mudanças climáticas”, comenta.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok