08/06/2020

Instituto Mauá de Tecnologia promove capacitação científica internacional de forma remota

  Voltar
Segs

Alunos de engenharia do IMT e da Northeastern University (EUA) participam, com exclusividade, de aulas e palestras sobre energias renováveis com os professores das instituições

O período de quarentena está promovendo importantes adaptações em vários segmentos, inclusive na educação. O Instituto Mauá de Tecnologia (IMT), por exemplo, concretizou uma importante e exclusiva parceria na área de Engenharia com a Northeastern University (EUA), cujo objetivo é trocar experiências acadêmicas e culturais entre os professores e alunos, de forma totalmente remota.

O projeto começou em 04 de maio e terminará em 12 de junho. Durante esse período, 19 alunos escolhidos entre os cursos de Engenharias da Mauá e 16 alunos da universidade estadunidense participam de aulas e palestras sobre Energias Renováveis, além da troca de conhecimentos sobre cultura, pontos turísticos e gastronomia. As atividades são ministradas diariamente pelos professores da Northeastern University e da Mauá por tecnologia remota. O prof. Edval Delbone, coordenador do curso de Engenharia Elétrica do IMT, participa do projeto com o tema Energia Solar no Brasil.

"Trata-se de uma das energias mais utilizadas no mundo nos últimos cinco anos. Por aqui, houve investimentos que passaram dos bilhões de reais, uma vez que gera economia de quase 95% em relação à convencional, valoriza o imóvel e não libera qualquer tipo de poluente nocivo à saúde e ao meio ambiente. Há aproximadamente 170 mil consumidores brasileiros, o que representa apenas 0,2% do total", afirma prof. Delbone. Ele ainda ressalta que, ao final do curso, os alunos apresentarão um caso verdadeiro inspirado numa grande empresa brasileira de papel e celulose.

Parceria

A união das instituições de ensino aconteceu porque a expertise da Campus B (empresa especializada em educação internacional) foi fundamental. A Northeastern University (EUA) contou com o suporte da Campus para organizar a agenda de interações com empresas relevantes ao tema do projeto assim como workshops culturais e a parceria com uma instituição de ensino, referência em engenharia.

"Esse projeto sempre existiu de forma presencial e com outros temas. No entanto, devido ao isolamento social, tivemos de adaptá-lo de maneira tecnológica. Assim que recebemos da universidade estadunidense essa missão, contatamos a Mauá, pois vai ao encontro das necessidades e know how que o projeto exige. A repercussão está sendo positiva. Todos estão participando das aulas e palestras com muito entusiasmo. Ao final, será emitido um certificado internacional de conclusão de curso", diz Daniel Amgarten, CEO da Campus B.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok