13/07/2020

Juizado de Santana do Ipanema utiliza painéis solares para geração de energia

  Voltar
Alagoas na Net 

Engenharia do Tribunal pretende levar sistema para outras unidades judiciárias nos projetos de prédios sustentáveis; economia deve chegar a 70%.

Departamento Central de Engenharia e Arquitetura (DCEA) do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) espera uma redução de até 70% nas faturas da unidade. (Foto: TV Tribunal)

O sistema de geração de energia fotovoltaica do Juizado de Santana do Ipanema já está em funcionamento. Com a ativação das placas, realizada no mês passado, o projeto lança eletricidade na rede da concessionária, gerando créditos que serão abatidos das contas.

A montagem dos painéis foi realizada em fevereiro pelo Departamento Central de Engenharia e Arquitetura (DCEA) do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), que espera uma redução de até 70% nas faturas da unidade e no Fórum da Comarca. O TJ aguardava a liberação da Equatorial Energia para colocar o sistema em funcionamento.

Trata-se de um projeto-piloto que deverá ser levado para outras unidades judiciárias de Alagoas nos projetos de prédios sustentáveis.

Durante a montagem, o engenheiro Rodrigo Evaristo, do DCEA, explicou que as placas podem gerar eletricidade para mais de um local. ”A gente vê quanto consumiu e o saldo é abatido da conta do prédio ou de outras unidades com o mesmo CNPJ. A economia deve ficar em torno de R$ 2.000,00 todo mês”, destacou o especialista, ressaltando que o sistema pode proporcionar 25 anos de energia limpa ao Judiciário alagoano.

O objetivo do Tribunal é reduzir o custo em energia elétrica e atender à Resolução nº 201/2015, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O programa é gerido e fiscalizado pelos servidores Rodrigo Evaristo e Ronaldo Brandão, do DCEA, e Fábio Zuazo e Valber Gregory, da Diretoria Adjunta de Administração (Darad) do Tribunal.

Os componentes do sistema de geração de energia fotovoltaica incluem 126 módulos solares (placas), um inversor, um medidor bidirecional e o software de gerenciamento de energia. O contrato para aquisição do sistema foi fechado com a empresa Nexsolar Soluções em Energia Solar Ltda., de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, pelo valor de R$ 181.900,00.

Por Assessoria / TJ-AL
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok