27/07/2020

Ministro assina novas Portarias de outorgas do Leilão A-6

  Voltar
Canal Solar 

As novas Portarias de outorgas do Leilão A-6 de 2019 foram assinadas pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, na última quinta-feira (23). Ao todo, foram contratados 106 empreendimentos nos dois leilões de geração de energia elétrica (A-4 e A-6) realizados no ano passado, num total de 3.380 MW de potência com início de suprimento a partir de 2023 e 2025.

Das 106 usinas contratadas, 103 operam a partir de fontes renováveis, sendo que 17 são exclusivas de energia solar, somando 733,7 MW de potência.

Expansão da energia fotovoltaica

Segundo o PDE 2029 (Plano Decenal de Expansão de Energia 2029), a fonte solar deve passar dos 2% atuais para 8% em dez anos na matriz elétrica brasileira. Atualmente, existem 3.898 usinas fotovoltaicas em operação no país.

De acordo com o Ministério da Economia, a publicação das resoluções que zeram impostos de importação de alguns equipamentos de energia solar, publicada no DOU (Diário Oficial da União) na segunda-feira (20), podem contribuir para aumento do uso da fonte no Brasil e beneficiar empreendedores que contrataram usinas fotovoltaicas nos leilões A-4 e A-6 de 2019.

Geração de emprego e renda

Além disso, o Governo Federal afirma que a construção das novas plantas também deve movimentar a economia nacional com a geração de empregos e a aquisição de materiais para obras. A estimativa é que esse conjunto de usinas deve empregar 90 mil trabalhadores e demandar investimentos de mais de R$ 14 bilhões.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok