03/01/2021

Moradores da região de Itapetininga investem em energia solar

  Voltar
G1 - Itapetininga e Região 

Energia fotovoltaica é gerada por meio de luz solar e não de calor. Painéis tem como função principal captar a luz do sol e levar até um inversor.

A energia solar acabou se popularizando na região de Itapetininga (SP). Segundo especialistas, umas das formas de captar essa energia é com os chamados painéis fotovoltaicos, que são instalados nos telhados.

A energia fotovoltaica é gerada por meio de luz solar e não de calor. Os grandes painéis tem como função principal captar a luz do sol e levar até um inversor, que transforma a luz solar na energia usada dentro de casa.

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, a procura no país cresceu cerca de 57% em 2020, se comparado ao ano anterior. Na região, é cada vez mais fácil notar que as casas estão começando a aderir por essa nova energia.

Conforme explica o proprietário de uma empresa no ramo, Augusto Zerlim, existe financiamento para quem deseja adquirir este tipo de equipamento.

"O principal benefício é a economia, economizando cerca de 95% no valor da conta, além de ser uma energia limpa e renovável."

Ela pode ser instalada em casas, comércios ou então em propriedades rurais. É uma tecnologia moderna, ecológica e menos agressiva ao meio ambiente, de acordo com os especialistas.

Para o Marcos Tavares, que é diretor de vendas em uma empresa de energia solar em Cerquilho (SP), mesmo com a pandemia, as vendas não foram afetadas.

Além das residências, alguns estabelecimentos de entretenimento também resolveram investir como tentativa de economizar ou diminuir o tempo de financiamento.

De acordo com Élcio Perez, dono de um pesqueiro em Cerqueira César (SP), há 4 anos ele pagava em média R$ 2,5 mil de energia mensal, contudo, resolveu construir 9 chalés. Segundo ele, para economizar e não correr o risco da conta de energia dobrar, optou pela fotovoltaica.

Ele contou em entrevista à TV TEM que chegou a financiar R$ 120 mil para comprar 100 placas de captação, conseguindo deixar as parcelas mais baratas do que a conta de luz. O sistema foi instalado há oito meses.

"Nós procuramos alternativas de energia e encontramos na fotovoltaica um bom investimento, com um retorno esperado e um tempo curto de financiamento", finaliza Élcio Perez.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok