03/09/2020

Padarias ganham opção solar para economizar energia

  Voltar
Estado de Minas 

Usina de Pirapora é uma das instaladas em Minas por empresa espanhola e que pode fornecer energia aos interessados

Uma parceria entre o Sindicato, a Associação Mineira da Indústria de Panificação (Amipão) e a desenvolvedora de projetos solares Solatio está fornecendo energia limpa e 15% mais barata para uma centena de padarias mineiras. A primeira usina produtora de energia fotovoltaica destinada às empresas associadas a Amipão entrou em operação no primeiro semestre de 2020, instalada em Manga, no Norte do estado.

A instalação possibilitou aos empresários do segmento unir a redução de custos de operação com a sustentabilidade nos negócios. “Se perguntarem para qualquer dono de padaria se ele deseja reduzir os gastos com energia elétrica, a resposta sempre será ‘sim’. Os benefícios que a parceria com a Solatio promove são ainda mais importantes em um momento como o que estamos vivendo. Cada redução na conta para manter as portas abertas é importante”, argumenta o presidente da Amipão, Vinícius Dantas.

A proposta anima os panificadores, que têm na conta de luz um dos principais custos para manter indústria e loja em funcionamento. Competem com a conta de energia apenas a folha de pagamento e, em alguns casos, o aluguel. Outro atrativo da parceria entre Amipão e Solatio é que para aderir ao modelo de negócio não é necessário nenhum investimento prévio.

“O abastecimento de energia fotovoltaica está uma maravilha, ainda estamos entendendo como vai funcionar o recebimento das contas, mas certamente a economia virá”, afirma o empresário Romualdo Garcia de Oliveira, proprietário da panificadora Sabor de Pão, localizada no Bairro Calafate, em Belo Horizonte, e que está há 28 anos no ramo.

Já Marcelo Francisco Pimenta, sócio-proprietário da padaria Luciana, instalada no Bairro Nova Cintra, chegou a pesquisar preços para colocar as placas fotovoltaicas em seu estabelecimento, mas decidiu pelo fornecimento diretamente da usina. “O investimento para a instalação das placas é muito alto, além dos gastos com manutenção. Achei a proposta da Solatio vantajosa por não termos que fazer nenhum investimento para obter o desconto, além da parte ambiental.”

Tendência mundial

A geração de energia fotovoltaica, 100% limpa e renovável, é uma tendência mundial. No Brasil. A modalidade é regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Em Minas, estado que oferece condições ideais para a produção de energia solar, a Solatio tem 20 usinas prontas para operar, já com o parecer de acesso concedido pela reguladora de energia estatal.

Dantas reforça que a economia gerada com a compra da energia fotovoltaica possibilita investir em melhorias nas padarias, quitação de dívidas ou, ainda, redução de preços dos produtos. “Estamos dando ao empresário mais uma ferramenta de otimização dos negócios e, para quem está em uma situação delicada, um fôlego no orçamento. O papel da Amipão é encontrar oportunidades como esta para o segmento conseguir avançar”, destaca.

Segundo o presidente da entidade, a usina atual já está com sua capacidade produtiva totalmente utilizada, mas as padarias que quiserem aderir ao modelo de consumo de energia sustentável podem procurar a Amipão. “Temos outras duas usinas da Solatio destinadas às padarias vinculadas à Amipão, prontas para fornecer energia limpa e renovável, que contribuem com o meio ambiente, com a produtividade do segmento e com o desenvolvimento de negócios mais responsáveis.”
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok