24/08/2020

SP prepara segundo projeto de energia solar flutuante

  Voltar
Energia Hoje 

Por Thais Custodio

Edital de chamamento público para formação de parceria que vai viabilizar implantação de 80 MW deve ser lançado até setembro

O governo do estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA), está preparando o segundo projeto de energia solar fotovoltaica flutuante a ser instalado no reservatório Billings, com capacidade de 80 MW. O edital de chamamento público do projeto será lançado até a primeira semana de setembro, disse ao EnergiaHoje o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido.

“Geralmente, há um mês para apresentação das propostas por parte das empresas e mais um mês para o julgamento das propostas e assinatura do contrato. Então, teremos condição de estar iniciando a implantação no mês de novembro, dependendo do sucesso do chamamento”, afirmou.

O objetivo é substituir parte da energia usada hoje pela administração pública por energia renovável, aproveitando o espaço do reservatório de água.

Esse projeto surge após testes feitos na primeira usina solar fotovoltaica flutuante da cidade de São Paulo, que iniciaram em fevereiro e demonstraram a viabilidade da implantação de usinas desse tipo.

O primeiro empreendimento é uma iniciativa da SIMA, por meio da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae), em parceria com a Sunlution Soluções em Energia. Tem 100 kW de potência e ocupa uma área de mil metros quadrados do reservatório Billings junto à usina elevatória de Pedreira. Para implantação do projeto foram investidos R$ 450 mil em equipamentos.

O potencial do estado de São Paulo para geração solar fotovoltaica é de 12 TWh/ano. A radiação média anual varia entre 4,2 kWh/m²/dia e 5,7 kWh/m²/dia, de acordo com o Atlas Solar de São Paulo.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok