05/01/2021

Universidade Federal de Sergipe vai instalar mais sete unidades de produção de energia solar

  Voltar
Reportagem publicada no Portal Solar 

A Universidade Federal de Sergipe (UFS) vai instalar nos próximos meses mais sete unidades de produção de energia solar, levando energia limpa e sustentável aos campi de Itabaiana e Laranjeiras e ao Centro de Cultura e Arte (Cultart). Ao total foram investidos R$ 2,4 milhões com o Ministério da Educação (MEC).

O início da instalação das novas unidades será no mês de janeiro de 2021 e deverá começar pelos prédios do Colégio de Aplicação (Codap) e da Didática VII, no campus de São Cristóvão. Com isso, o maior parque fotovoltaico de Sergipe, abrigado pela UFS, será ampliado.

Os atuais cinco sistemas em operação, que produzem 35 mil kWh/mês, terão a capacidade triplicada. Além da atual implantação, as 1.375 novas placas fotovoltaicas ampliarão os sistemas dos campi de São Cristóvão (Codap e Did VII), Lagarto (Biblioteca) e da Saúde (Departamento de Odontologia).

“O objetivo é reduzir os custos da universidade onde é possível, como no consumo de energia elétrica, um dos insumos mais caros”, afirmou Milthon Serna, professor do Departamento de Engenharia Elétrica (DEL) e desenvolvedor do projeto.

A UFS gastou mais de R$ 13,7 milhões com a energia elétrica consumida em 2018, e teve esse custo reduzido para cerca de R$ 11 milhões em 2019. “Mais de 65 mil kWh é energia suficiente para atender quase 370 residências”, calculou o professor Milthon.

Desde 2017, a UFS vem instalando em seus campi sistemas de geração de energia fotovoltaica. No campus de São Cristóvão, o Departamento de Engenharia Elétrica (DEL), a Biblioteca Central (Bicen) e o prédio da Didática V geram a própria energia que consomem. O mesmo acontece no Ambulatório do Campus da Saúde (Hospital Universitário) e agora no Centro de Simulações do campus de Lagarto. O investimento feito no primeiro sistema fotovoltaico instalado no DEL, em dois anos e três meses de operação, já foi pago.

O tema solar está em pauta da Universidade há algum tempo. Tempos atrás o reitor da Universidade, professor Angelo Antoniolli, recebeu o comandante do 28º Batalhão de Caçadores, coronel José Fernandes Carneiro dos Santos Filho, para tratar da implantação de uma usina de energia fotovoltaica na sede da guarnição, no bairro 18 do Forte.

O professor Milthon Serna fez uma visita técnica para analisar a realidade local e colher os dados para montagem do projeto. Realizou-se a avaliação das instalações elétricas e foram verificadas as condições de incidência dos raios solares no local previsto para instalação das células fotovoltaicas.

A UFS se tornou a maior geradora de energia solar de Sergipe, após a implantação de sistemas fotovoltaicos nos prédios da Biblioteca Central e da Didática V e a inauguração da Subestação SE UFS 69 kv, que tem cinco vezes mais tensão que o sistema utilizado anteriormente pela universidade.

Também foi instalado um sistema fotovoltaico no ambulatório do Hospital Universitário de Aracaju (HU-UFS), no campus da Saúde.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok