14/01/2021

Usina de energia solar no hospital de Três Coroas será realidade até junho

  Voltar
Repercussão Paranhana 

Três Coroas – Uma usina de geração de energia solar será instalada na Fundação Hospitalar Dr. Oswaldo Diesel e deve ficar pronta no primeiro semestre de 2021. De iniciativa da RGE, o projeto tem como objetivo modernizar o sistema de iluminação da instituição, além de proporcionar economia na conta de luz através de um modelo sustentável.

Até o momento foram realizadas as atividades de laudo estrutural dos telhados do hospital; projeto de reforço dos telhados que serão utilizados e projeto técnico do sistema fotovoltaico que será implementado, conforme a concessionária.

“O sistema de geração entrará em funcionamento quando cumpridas as seguintes etapas: instalação das placas e inversores; homologação pela equipe da RGE de conexão do sistema e troca do medidor de energia”, informa a companhia. No total, serão 164 placas no telhado do hospital. A obra terá um custo de R$ 390 mil — recurso que será integralmente aplicado pela concessionária de energia.

Economia deve cobrir custos da conta de água

O diretor administrativo do hospital, Clovis Schmitz, estima que após a ligação do sistema haja uma economia mensal de 30% na conta de luz, o que representa cerca de R$ 3 mil. “É um valor que o hospital vai poder aplicar em outras coisas”, destaca. Como exemplo, o diretor cita a conta de água, que tem o custo aproximado do que será economizado com a geração de energia fotovoltaica. “Teremos água e luz praticamente quitados. Isso agrega bastante. Também vale lembrar que estamos usando energia solar, e isso já é uma grande coisa. A comunidade ganha”, enfatiza o diretor.

Lançado em janeiro de 2020, o Programa RGE nos Hospitais conta com três frentes de trabalho: ações de eficiência energética, investimento na melhoria dos hospitais e um programa de doação por meio de conta de energia para as instituições. O primeiro pilar de eficiência energética conta com investimento de até R$ 50 milhões da RGE, que vem sendo aplicado desde 2019, com previsão até 2021 na sua totalidade, e contempla a instalação de usinas e a substituição de lâmpadas em cerca de 100 hospitais. Se espera uma economia de R$ 6 milhões por ano nas instituições.

Sistema altamente tecnológico

Segundo a analista do Programa de Eficiência Energética da RGE, Letícia Rech, o sistema a ser implementado na Fundação Hospitalar Dr. Oswaldo Diesel é altamente tecnológico. “É um ganho muito significativo em termos de consumo de energia, economia financeira e avanço de novas tecnologias. A usina de geração de energia opera de maneira totalmente automatizada e produz energia de qualidade. Com a usina em funcionamento, a Fundação poderá destinar o valor economizado das contas de energia para outras áreas da instituição, beneficiando todos os usuários e funcionários”, comenta Letícia. A potência total prevista para a usina é de 72 kwp, com a instalação de 164 placas com potência de 440 Wp cada. Não há contrapartida financeira do hospital em relação ao investimento. “Só o que consta no contrato é manter as contas em dia”, diz o diretor.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok