Área de associados Trabalhe no setor solar

Moradias recebem placas fotovoltaicas

28/04/21 | São Paulo

Reportagem publicada no Opinião Curitiba

A Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) realizou na terça-feira (13/4) a entrega de mais duas instalações de placas fotovoltaicas, desta vez no conjunto Moradias Maringá I, no Cachoeira

A entrega é oriunda do projeto Cohab Solar, elaborado pela gestão Rafael Greca, que prevê implantação de energia fotovoltaica em casas do programa habitacional do município e planeja implantar essa tecnologia em todos os novos empreendimentos da Companhia.

“Em Curitiba investimos em inovação, por isso nos comprometemos com a implantação de energia solar. O projeto Cohab Solar traz vantagens tanto para os moradores, que veem a economia na conta de luz no fim do mês, como para o meio ambiente, pois utiliza uma energia limpa e renovável”, ressalta o prefeito Rafael Greca.

A moradora Bruna Cardoso, de 25 anos, é uma das contempladas com a instalação de painéis fotovoltaicos em sua casa.

“Vai ser maravilhoso, toda economia para mim é sempre bem-vinda porque vivo com meus quatro filhos”, afirma ela.

Estima-se que a redução de gastos com energia diminua em aproximadamente 60% com as placas fotovoltaicas.

Funcionamento

A energia fotovoltaica é a energia elétrica produzida a partir da luz do sol. O sol gera uma fonte de energia chamada renovável, pois é natural, limpa e está disponível o tempo todo. Além disso, sua produção não gera resíduos e não emite gases de efeito estufa.

Cada casa equipada com os painéis solares recebeu três placas fotovoltaicas de ligação monofásica. Essas placas compostas de vidro e silício captam a radiação solar e enviam para um conversor, que transforma a luz solar em energia elétrica para uso doméstico.

As casas gerarão energia para o uso durante o dia e à noite será utilizada a energia elétrica da Copel. Dentro de 15 dias, os painéis que foram instalados iniciarão o funcionamento.

Moradora do Moradias Maringá I, a dona de casa Maria de Lourdes, de 67 anos, acredita que as placas serão uma boa opção para ecnonomizar.

“Achei muito boa a ideia”, afirma Maria.

O projeto Cohab Solar tem garantia de continuidade firmada pela gestão do prefeito Rafael Greca e, no momento, estão contratadas ou em fase licitatória mais 211 moradias que receberão o sistema – 23 já têm contrato firmado e serão instaladas ao final da obra no empreendimento Moradias Vila Nina, no Fazendinha; estão em fase licitatória 120 no Moradias Cambará, 53 no Moradias Bela Vista da Ordem, 11 no Moradias Arroio, duas no Moradias Santa Rita e duas no Moradias Creta