Área de associados Trabalhe no setor solar

Energia solar cresce 46% no Estado e expansão continua

10/04/21 | São Paulo

Reportagem publicada no Correio de Gravataí

Energia solar cresce 46% no Estado e expansão continua. Aumento ocorreu em pouco mais de meio ano. Para 2021, projeções de novas instalações chegam a 90%

Tesoureiro do Sport Club Ivoti, Luis Carlos Heck, conta que instalação das placas reduziu a conta de luz em cerca de 95% Foto: InÉzio Machado/GES

A expressão “um sol para cada um” vem sendo levada a sério no Rio Grande do Sul. Em pouco mais de meio ano, a energia solar apresentou um crescimento de aproximadamente 46% no Estado. Em setembro de 2020, eram 446,9 megawatts (MW) em operação no território gaúcho, enquanto que no último mês este valor chegou a 652,9 MW, conforme dados atualizados pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).

Exemplo disso é que na última semana a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) emitiu o primeiro licenciamento para a instalação de uma usina fotovoltaica com potência de 5 MW. O empreendimento é privado e ficará na cidade de Uruguaiana, na fronteira oeste. Apesar de parecer distante no mapa, é uma amostra da capacidade que o setor vem ganhando por aqui.

“É a primeira usina desse tamanho, bem maior do que as normalmente instaladas. Como é de grande porte, houve a necessidade da licença ambiental. Ela está dentro do limite máximo de potência permitido e ajuda a nos puxar para cima no ranking nacional”, explica a coordenadora regional da ABSOLAR, Mara Schwengber, sobre a disputa entre RS e São Paulo pelo segundo lugar no mapeamento nacional, atualmente ocupado pelos gaúchos.