Área de associados Trabalhe no setor solar

Energia solar promove economia em hospital do interior paulista

20/10/20 | São Paulo

Reportagem publicada no Canal Solar 

Energia solar promove economia em hospital do interior paulista

A Santa Casa de Jaú estima economizar 30% na conta de luz com a implantação de uma usina solar fotovoltaica, com potência de 430 KWp, e com a modernização da iluminação do hospital, com a substituição de 930 lâmpadas de modelo convencional por lâmpadas de tecnologia LED.

Segundo a CPFL Paulista, a previsão é que a planta seja entregue em 2021. O investimento total será de aproximadamente R$ 1,9 milhão e o projeto deve proporcionar uma redução de cerca de 638 MWh ao ano, o que evitará a emissão de 48 toneladas de CO2 na atmosfera.

"A comunidade local e de cidades próximas atendidas pela Santa Casa de Jaú é diretamente beneficiada com o programa, já que a economia gerada pode ser investida em melhorias na própria instituição", destacou Felipe Henrique Zaia, gerente de Eficiência Energética da CPFL.

"Com o projeto de eficiência energética da CPFL, a Santa Casa de Jaú só tem a ganhar. Primeiro, no aspecto ambiental, com a utilização de uma energia limpa, renovável e com baixo impacto ao meio ambiente. O segundo benefício será na parte financeira. Nós estimamos uma economia mensal próxima a 30%, poupando cerca de R$ 40 mil na conta de energia", disse Ed Mário Capello, gerente administrativo de área técnica da Santa Casa de Jaú.

Ainda de acordo com Capello, o dinheiro economizado será revertido para a compra de equipamentos, reformas e custeio de despesas relacionadas à saúde, visando a melhoria do atendimento e o cuidado à população de Jaú e de outras 11 cidades da região que têm a Santa Casa como referência hospitalar.

Investimentos em energia solar pela área da saúde

Uma clínica de diagnóstico por imagens, localizada em Monte Alto (SP), também decidiu apostar na energia solar e economizará cerca de R$12 mil por mês em eletricidade.

De acordo com a Asellus, empresa responsável pela execução do projeto, foram instalados 340 módulos fotovoltaicos da Jinko de 400 W, com 19,88% de eficiência – o que proporcionará uma redução nos custos de energia de 88%, com uma geração prevista no primeiro ano do sistema de 21 mil kWh.

Quem também está investindo na produção de energia por meio da fonte fotovoltaica é o HC (Hospital de Clínicas) da UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro), em Uberaba (MG).

A unidade estima economizar aproximadamente R$ 300 mil por ano com a instalação de uma planta solar fotovoltaica com potência de 510 kW, com previsão de geração 51 mil kWh/mês.

A obra deve ser concluída até fim de julho. Ao total, vão ser instalados 1.398 módulos de 365 W da DAH Solar, 11 inversores SolarEdge (dois do modelo SE75K e nove do modelo SE27.6K) e otimizadores P730.