Área de associados Trabalhe no setor solar

Escola Thiago Barbosa instala sistema fotovoltaico de geração de energia elétrica

14/12/20 | São Paulo

Portal ECONOMIABR Brasil 

A Escola Municipal Thiago Barbosa, localizada no bairro Aureny II, é mais uma das unidades da Rede Municipal de Ensino que adota tecnologias sustentáveis em sua gestão. Já em pleno funcionamento, o sistema de produção de energia elétrica a partir da luz solar ainda não está sendo utilizado na escola devido à restrição de atividades presenciais causada pela pandemia, mas está gerando créditos que serão gastos no retorno das aulas.

Trata-se de um sistema fotovoltaico conectado à rede da concessionária, o que dispensa a utilização de bateria. Após fornecer energia para o funcionamento dos diversos equipamentos da escola, o excedente de produção é injetado na rede de distribuição. Se houver uma demanda que ultrapasse a capacidade de geração do equipamento, a escola utilizará o fornecimento convencional normalmente.

O projeto vem sendo estudado e viabilizado desde o ano passado, aprovado e homologado junto à concessionária local. São 124 placas de 340 watts que totalizam um sistema microgerador de 42,16 KW de potência, proporcionando uma geração aproximada de 4.800 KWh/mês. Nos meses de maior insolação pode ultrapassar os 5.500 KWh/mês, suficientes para atender os atuais 1020 alunos matriculados.

O diretor da escola Othon Pinheiro considera que a implantação do sistema já é um legado sem precedentes para a unidade escolar, pois a economia financeira poderá ser convertida diretamente em investimentos na qualidade de ensino oferecido, como melhorias estruturais, climatização de salas de aula e aparelhamento escolar. “Todos serão beneficiados, servidores e alunos terão um ambiente muito mais favorável para desenvolver ainda mais suas práticas educacionais. Tecnologia e educação devem ser parceiras. Parabéns à gestão municipal por ter uma visão tão à frente e viabilizar este projeto”, finaliza.

Investimento

A implementação do sistema gerador de energia fotovoltaica na escola Thiago Barbosa consumiu recursos na ordem de R$ 215.000,00, sendo oriundos de emenda parlamentar de autoria do vereador Lúcio Campelo .