Área de associados Trabalhe no setor solar

Fim de novos investimentos em fósseis e dos carros a combustão: o roteiro para zero emissões em 2050

20/05/21 | São Paulo

Reportagem publicada no UDOP

A Agência Internacional de Energia (IEA) lançou nesta terça (18) um roteiro para o setor alcançar emissões líquidas zero de gases de efeito estufa em 2050.

De acordo com o Net Zero by 2050 (.pdf), há um caminho viável para alcançar a meta, mas ele é estreito e requer uma transformação sem precedentes na produção, transporte e uso da energia.

“As promessas climáticas dos governos até o momento — mesmo se totalmente cumpridas — ficariam bem aquém do que é necessário para trazer as emissões globais de dióxido de carbono (CO2) relacionadas à energia para zero até 2050 e dar ao mundo uma chance igual de limitar o aumento da temperatura global a 1,5 °C”, diz a agência.

O roteiro estabelece mais de 400 marcos para orientar os países rumo às emissões líquidas zero até 2050 — entre eles, interromper o desenvolvimento de novas reservas de óleo e gás.

* A partir de hoje, nenhum investimento em novos projetos de fornecimento de combustível fóssil;

* Em 2035, não haverá vendas de novos carros com motor de combustão interna;

* Chegar a 2040 com emissões líquidas zero no setor de eletricidade global;

* Implantação imediata e massiva de todas as tecnologias de energia limpa e eficiente disponíveis, combinada com um grande impulso global para acelerar a inovação;

* Chegar a 630 gigawatts de adição anual de energia solar fotovoltaica até 2030;

* Chegar a 390 gigawatts de adição anual de energia eólica em 2030;

* Alcançar taxa global de melhorias de eficiência energética média de 4% ao ano até 2030.

Nayara Machado