Área de associados Trabalhe no setor solar

Israel pesquisa soluções de armazenamento para ampliar uso de energia solar

23/04/21 | São Paulo

Reportagem publicada na CNN Brasil

Premiê israelense afirma que país planeja abandonar uso de carbono até 2025 e gerar 1/3 de sua eletricidade por fontes renováveis até 2030

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta sexta-feira (23) que o país está trabalhando para desenvolver soluções de armazenamento de energia solar para permitir aumentar o uso dessa fonte de energia renovável em sua matriz energética.

“Nos últimos cinco anos, aumentamos nossa geração de energia solar de 2% para quase 10% e nos comprometemos, até o fim dessa década, a termos fontes renováveis responsáveis por cerca de 1/3 da eletricidade de Israel”, disse o premiê no segundo dia da Cúpula de Líderes sobre o Clima organizada pelos EUA.

Ele disse que o objetivo das pesquisas em andamento é tornar Israel líder nesse setor de armazenamento da energia solar, que representa a maior dificuldade no uso dessa fonte, “o que permitirá revolucionar o uso de energia renovável”.

Netanyahu disse ainda que o país já fez progresso em reduzir o uso de carvão e que a meta é, até 2025, deixar de usar esse combustível fóssil.

“Nos comprometemos a reduzir as emissões de carbono de Israel e a fazermos uma transição completa de combustíveis fósseis para energias renováveis até 2050.”

O premiê israelense também deu exemplos de como o país consegue reaproveitar grande parte da água, com uso de purificação e reciclagem, além de ser líder na dessalinização de água do mar.

“Cerca de 93% das águas de rejeito de Israel são purificadas e 86% são recicladas para uso na agricultura”, finalizou.