Área de associados Trabalhe no setor solar

Robô movido à energia solar planta e capina 24h por dia

10/05/21 | São Paulo

Reportagem publicada no Portal Integração

Hoje, um dos grandes desafios da tecnologia é a substituição da mão de obra direta no agronegócio por maquinário. Tirar os trabalhos mais pesados das mãos humanas e transferir para as máquinas é uma garantia de aumento da produtividade.

Além disso, é possível abrir novos nichos de trabalho para a mão de obra humana, uma vez que estas máquinas precisam de manutenção e reparos. Sendo assim, a empresa Farm droid aps, uma Agtech, criou um modelo de robô movido à energia solar que pode ajudar nesse processo.

As Agtechs são grupos de empresas que tem o objetivo de trazer a tecnologia para o agronegócio. Ou seja, a missão é exatamente facilitar o trabalho de quem produz e cultiva bem como de todos os envolvidos nessa cadeia.

Um robô movido à energia solar

Nesse contexto, a criação do modelo tem por base a autossuficiência. O modelo tem alta precisão nas atividades, funcionando com quatro painéis fotovoltaicos e baterias externas. Assim, o projeto garante 24 de funcionamento sem necessidade de recarga.

Acima de tudo modelo também valoriza a precisão, contando com semeadura milimétrica dividida em seis linhas. Ainda, a velocidade de trabalho fica entre 450 a 950m por hora. Nesse contexto, a capinação ainda ajuda na diminuição do uso de químicos e pesticidas.

Hoje, existem mais de 50 robôs funcionando em 6 países da Europa. O valor para compra está avaliado em R$427 mil reais. Porém os desenvolvedores acreditam que o retorno do investimento pode acontecer no máximo após dois anos de uso do modelo.