Área de associados Trabalhe no setor solar

Sistema permite levar energia a regiões sem acesso

01/03/21 | São Paulo

Agrolink

Regiões rurais mais remotas e sem acesso à energia elétrica fornecida pelas concessionárias podem usar um novo sistema para sanar esta falta. Trata-se de uma combinação híbrida entre energia solar unida a geradores movidos a diesel.

“Os sistemas híbridos são a forma de se obter energia a partir de duas ou mais fontes. Nos geradores a diesel, por exemplo, é possível usar fontes de energia renováveis, como o sol, para reduzir os gastos com o combustível. Instalando-se um sistema fotovoltaico em conjunto com o gerador, e através de um sistema de controle inteligente, parte da energia será gerada pelo sistema fotovoltaico e a outra parte, quando necessário, virá dos geradores a diesel”, explica Jessé Jaelson da Silva, sócio e diretor da Entec Solar.

Um dos usos mais comuns é para mover os sistemas de irrigação, onde os painéis solares interligados com os geradores diesel permitem a operação em áreas afastadas.

A energia híbrida traz uma economia de até 95% nos gastos e é altamente sustentável. O gasto médio estimado de um gerador a diesel é de R$0,70 o KW/h, sendo que este valor cai para R$0,30 quando associado a um sistema fotovoltaico.

Cada sistema é projetado de forma personalizada, ou seja, para determinar o número de painéis solares e o tamanho do gerador para a irrigação completa da plantação é necessária a realização de um estudo do local de instalação, levando em conta o clima, a característica do solo e o tipo de plantio.

Segundo dados divulgados em fevereiro de 2021 pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), cerca de 7% de toda a energia solar utilizada no Brasil está no meio rural. São mais de 27 mil sistemas fotovoltaicos, com potência instalada de 13,2%, ou seja, maior que a quantidade usada na indústria, que é de 8%. Trata-se de um mercado em constante crescimento, com altas de 100% ao ano e investimentos que já contabilizam quase R$ 2 bilhões.