Área de associados Trabalhe no setor solar

Tribunais de Contas da União recorrem a energia solar em busca de economia

19/01/21 | São Paulo

Reportagem publicada no Canal Solar 

Cada vez mais o Poder Público tem investido em energia solar, a redução no custo com energia. Entre estes órgãos estão os TCE (Tribunais de Contas dos Estados), que desempenham a função auxiliar de Casas Legislativas na fiscalização dos órgãos públicos do Brasil.

Neste domingo (17), quando é celebrado o Dia dos Tribunais de Contas do Brasil, o Canal Solar elenca os quatro dos 27 TCEs que utilizam a fonte solar e promovem economia na conta de energia, destinando os recursos economizados para utilidades públicas.

Tribunal de Contas de Rondônia

O TCE-RO (Tribunal de Contas de Rondônia) foi o primeiro prédio público do estado a instalar energia solar.

O sistema, localizado no Anexo III em Porto Velho, tem vingança de aproximadamente sete anos. A estimativa de economia é de cerca de R $ 2,3 milhões durante sua vida útil.

A usina solar, que entrou em operação no final de julho de 2020, possui potência de 197,6 kW, podendo gerar 1,4 MWh por dia.

Tribunal de Contas do Ceará

O TCE-CE (Tribunal de Contas do Ceará), localizado em Fortaleza, instalou seu sistema fotovoltaico em 2017. A planta é composta por 112 painéis fotovoltaicos, de 270 W, e sua potência de geração pode chegar a 30 KWp.

De acordo com o órgão, o valor do investimento, realizado juntamente com a empresa cearense Sunlight Energy, foi de R $ 194 mil.

Tribunal de Contas de Goiás

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE / GO) implementou seu sistema fotovoltaico em dezembro de 2017. O parque solar integra as usinas fotovoltaicas do Edifício Sede Anexo II (com potência de 136,50 kWp) e dos fóruns eleitorais de Anápolis (35, 75kWp) e de Formosa (34,13kWp).

A usina fotovoltaica do Fórum Eleitoral de Anápolis é composta por 110 painéis fotovoltaicos de 325W. Já planta do Fórum Eleitoral de Formosa possui 105 módulos de 325W.

A terceira usina, localizada no Edifício Sede Anexo II, foi dimensionada para produzir energia elétrica com 70% acima da necessidade de consumo da edificação por conta da enorme área de telhado disponível. Esta planta é composta por 420 painéis fotovoltaicos de 325W instalados em todo o telhado.

Tribunal de Contas da Paraíba

O TCE-PB possui uma usina fotovoltaica com mais de 350 painéis sobre instalados o prédio da auditoria do município.

O órgão público foi um dos primeiros do estado a recorrer a um sistema solar, que possui uma capacidade de 91,52 kWp.